segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Damas: a saga!

Ahhh... a luta pelo vestido perfeito!

Não, não... não o meu! O meu foi decidido e é sim perfeito.

Mas agora vem a luta pela roupa da daminha. "A" daminha na verdade são cinco. Seis se contar com a minha enteada, que, por ser muito pequena (2 anos), não estamos colocando fé que entre, mas, por via das dúvidas... Depois, na hora, ela resolve que quer entrar, mas não está vestida e... arrependimento eterno.

Então, semana passada resolvi que os vestidos deveriam ser solucionados. E fui a luta.

Primeira parada: edifício Mariana, centro de Belo Horizonte. Um prédio, com uma centena de milhares de lojas de noiva, damas, 15 anos, festas... muita coisa! E eu, essa noiva chata, implicante, com essa uma idéia fixa na cabeça, não gostei de nada. N-A-D-A! Nadica.

Achei sim uma loja e a atendente disse que eu fosse na filial de Lourdes (bairro nobre) que lá eles tinham vestidos em cores mais claras que aquelas do ed. Mariana.

Nada contra o verde limão, o laranja brilhante nem o amarelo cor do sol, mas não era o que queria e lá, no ed. Mariana, só vestidos bem brilhantes, cheio de bordados, luvas de um dedo só (que odeio, desculpem aqueles que gostam) e outras coisas que não estavam combinando com meu estilo.

Fui para Lourdes, ritmo de corrida, ver a tal loja. Linda! Lindíssima!

Mas não encontrei o que queria. E descobri (ou resolvi enxergar) o pior: "Mas é que, para seis damas, vai ser difícil achar vestidos iguais, tamanhos diferentes, como você quer..." Triste realidade. Será que minhas damas teriam que vestir roupa de gente grande, tafetás, brilhos, bordados, parecer um anãozinho em dia de festa da rainha, porque eu não consegui encontrar a tempo um vestido com cara de menina, de algodão, flores ou xadrez, para ser usado com uma boneca feita customizada, com a cara da dama? (Tamtaramram... música dramática)

Resolvi que não iria me entregar assim. Afinal, esse meu devaneio nubente não era tão louco assim que não pudesse ser realizado.

Sei que a esta altura devem com certeza ter pessoas imaginando "mas por que cargas d'água essa noiva maluca não manda fazer na costureira?".
Então! Podia sim mandar fazer. Mas tenho 3 meninas morando fora de BH e uma, a enteada, não podemos pegá-la sempre em dias úteis ou sábados para podermos levá-la para a costureira. Então, achei que podia simplificar para mães e para eu mesma se os achasse prontos e preços acessíveis.

Resolvi enfretar a feira hippie. Imaginei, ingênua e inocente, que, por ser meio de mês e chovendo, que a feira estaria mais vazia. Ledo engano! Lotada de gente, cachorro, papagaio, menino, criança de colo, velho... aff... cheia demais!

Mas, à luta companheiros! Para não sofrer só, levo junto comigo noivo e cunhada. Mãos à obra!

Fomos direto à sessão infantil. Muita roupinha fofa, eu imaginando a bebê linda, minha enteada, em cada vestidinho... mas não era isso que fui fazer lá. Foco! Precisava manter o foco! E, rodando bastante, achamos! Achamos!!!!!!! Nem acreditei!

"Vocês fazem por encomenda?"
"Ah... não sei! Depende, né... Quantos são?"
"Então... são seis!"
(Os olhos das vendedoras até brilham)
"Sei... mas que idade?"
"Ah, tranqüilo demais! Um de dois anos, um de quatro, dois de seis e dois de dez. E aí? Será que dá?"
"Dá sim... mas... pra quando, moça?"
"Para dezembro, dia 20."
"Dá sim... é só passar lá no atelier, leva as idades, as medidas das meninas, escolhe uma estampa que a gente tiver e... é isso!"
"Nossa, obrigada!" (Meus olhinhos brilhando!)

E no final, ainda comprei dois vestidos para poder mostrar para minha mãe. Claro que não são só para mostrar. A enteada vai ficar linda demais, afinal, são vestidos que, sem as anáguas, podem ser usados em eventos mais sociais, como outros casamentos, batizados, missas, essas coisas. E a cunhada levou um para a filha dela e quando experimentamos... Uau! Era aquilo mesmo!

E o valor? O melhor de tudo! Vestidos de R$25,00 a R$70,00, variando de acordo com a idade. A-MEI!!! Afinal de contas, mesmo não sendo eu que vá pagar, achei meio exploração escolher um vestido para aluguel, de R$180,00 (já com desconto de R$100,00), que havia sido o que eu havia gostado!

E é o fim de uma saga! Ainda tenho que ir ao atelier e tal, mas escolhi e resolvi!

Pena que fiquei tão impressionada que sonhei com as damas, vestidos e feira! Dormi mal, agitada, pensando em vestidos, cabelos, sapatilhas e... pajens!

Ai-ai-ai... os pajens! Esqueci os pajens!

Aguardem! Nova saga!

7 comentários:

Tati e Rapha disse...

não vejo a hora de chegar a minha vez de escolher, mas eu já tenho em mente o que eu quero, o duro é achar já que eles insistem em fazer mini noivas ao inv´s de daminhas.

vani disse...

Oi Achei teu blog pelo da Elisa, nossa que loucura em cada detalhe, eu sou noiva tambem mas sou a noiva mas descançada do mundo nada eu providenciei nem tô com tempo nem cabeça nossa boa sorte nos preparativos que tudo der certo

PS: vou linkar o teu blog no meu para te visitar sempre, posso?

amanda disse...

Qual o endereço desse atelier?

mritaviana disse...

tb queria o endereço...

Karine e Lucas disse...

Olá...estou noiva e tb procuro um vestido de daminha....um apenas e não acho...vc ainda tem o nome, enderoço de onde achou na feira hippie? Felicidades

Magrela disse...

Olá...achei seu blog pelo google e tbm to atras de vestidos de damas simples, brancos e q não sejam caros...Será que tem como me enviar o telefone e endereço do ateliê que vc achou? As mães das minhas daminhas ficarão agradecidas...Muito obrigada. Se puder mandar no meu email: estefanialitka@hotmail.com

Alessandra Dias disse...

Ola, achei seu blog, pois estou a procura de vestidos de daminha.
Minha filha Geovanna tem 2 anos e sera dama em dois casamentos.
Sera que voce possui o endereço do atelie para me fornecer?
Ja te agradeço desde ja.